.

 

 

 


Alterações nos procedimentos de RCP
- Guidelines 2000 do AHA

 

O Guidelines 2000 do American Heart Association, para Ressuscitação Cárdio-Pulmonar, apresenta muitas alterações em relação aos procedimentos praticados até então. No 6º Simpósio SOCESP "Emergências Cardiovasculares - Diretrizes do novo milênio" realizado em São Paulo, nos dias 20 e 21 de Outubro, grande parte das alterações foram apresentadas e discutidas. O aph.com.br foi buscar no Currents (publicação do AHA) parte das modificações e estará apresentando-as, ao longo dos próximos dias. Salientamos que ainda não há material em português e mesmo os de língua inglesa não estão facilmente disponíveis no Brasil.

A quem as mudanças se destinam: cuidado deve ser tomado na interpretação das mudanças, se para leigos, para profissionais em suporte básico, com e sem equipamento, ou para o suporte avançado.


Serão abordados tópicos como:

  • Ressuscitação em paciente adulto, por dois socorristas, o ritmo de 5:1 para ventilação e massagem, muda para 15:2. Em crianças, com um ou dois socorristas o ritmo continua 5:1.

  • Checagem do "pulso carotídeo" substituído por "sinais de circulação".

  • Na RCP para leigos, reafirmada a importância de ventilação e compressão, aceitando-se só a compressão quando a ventilação não puder ser realizada.

  • Nova orientação para localização do ponto no tórax onde devem ser realizadas as compressões em casos de parada cardíaca.

  • Frequência da compressão torácica na massagem cardíaca de um adulto muda de 80 a 100 para 100 compressões por minuto.

  • Simplificação das manobras de desobstrução de vias aéreas por corpo estranho.

  • Importância da Desfibrilação precoce.

  • Uso do DEA (desfibrilador externo automático) deve ser encorajado para pacientes acima de 8 anos ou mais de 25 Kg.

  • Para algumas situações, o "Phone First" (telefonar pedindo ajuda em primeiro lugar) deve ser substituído pelo "Phone Fast" (telefonar rápido".

  • Ênfase ao uso do ambú no Suporte Básico.

  • Volume a ser insuflado durante RCP é diferente se realizada com uso de oxigênio.

  • Boca-nariz é alternativa aceitável na reanimação de lactentes se não for possível cobrir a boca e o nariz ao mesmo tempo.

  • Na RCP de lactente por dois profissionais, a melhor técnica para compressão torácica é a que usa os dois polegares e envolve todo o tórax do bebê com as duas mãos. O segundo profissional cuida da ventilação.

  • Novas determinações para manuseio de vias aéreas e ventilação.

  • Novas determinações no suporte avançado para RCP e uso de drogas para adultos e crianças.

 

               

Para
 Instrutores


Notícias

APH m@il

APH- P@po


Serviços Existentes em APH no Brasil



Classificados, Empregos & Mural de Currículos


Cartas do APH



 
MURAL


Debates

Cursos & Eventos
 

Quem Somos     Contatos: aph@aph.com.br

     

Agenda-Calendário
com 20MB de espaço
p/ seus arquivos !

(Instruções Aqui)

Técnica: webmaster@aph.com.br  Website byCentralsite.com 

Copyright © 2000-2001 WWW.APH.COM.BR .
Todos os direitos reservados.